Profissões mais promissoras em 2018

Escolher uma profissão ou mudar o rumo da carreira é uma atitude a ser tomada com cautela. Uma má escolha envolve gastos com preparação em sala de aula e tempo perdido com salários não agradáveis. Uma análise do mercado é crucial para saber quais as profissões mais promissoras em 2018. Saiba mais!

Como escolher uma profissão?

Muitos fatores devem ser analisados na escolha de uma profissão. Uma boa parte dos estudantes do ensino médio avalia apenas sua preferência pelo curso e disciplinas a serem estudadas na graduação. São pontos importantes, mas não únicos a serem levados em consideração.

Os interessados em profissionalização possuem algumas opções quando se trata de formação. Os cursos técnicos são de curta duração, enquanto as graduações podem levar de quatro a cinco anos. Qual o melhor? Depende da carreira escolhida. Em alguns casos o mercado e a aptidão podem levar a investimentos que não exigem certificação como tatuador, dono de buffet de festas, dentre outras.

Um dos pontos a serem levados em consideração ao escolher uma profissão é o mercado de trabalho em longo prazo – a tecnologia está evoluindo a ponto de tirar sua vaga? A concorrência está tão alta que em alguns anos haverá uma enorme quantidade de desempregados? São perguntas a serem respondidas.

As profissões mais promissoras em 2018

Pesquisas recentes apontaram algumas áreas como as mais promissoras de contratação para o ano de 2018. São elas:

  • Administrador – toda boa empresa necessita de um profissional da área para organização e planejamento. O modelo com o gestor sendo o próprio dono sem formação técnica ou graduação ficou para trás há um bom tempo no mercado. A contratação anda em alta e o salário dada a necessidade de tal profissional ainda é muito valorizado.
  • Médicos – de diversas especialidades. Estima-se um crescimento em mais de 30% (segundo dados do IBGE) de atendimentos médicos e a quantidade de profissionais no mercado não está conseguindo suprir a necessidade. Alguns profissionais da área chegam a ter três empregos e carga horária exaustiva porque a oferta de vagas é grande.
  • Recursos Humanos – cada vez mais o mercado anda carente de profissionais na área de recrutamento e seleção por diversos motivos. Um deles é que o profissional de RH é responsável também por técnicas motivacionais para deixar a equipe unida e no foco, excelente para a produtividade.
  • Analista de mídias sociais – seria um trabalho de um assessor de imprensa (graduação em Jornalista) mas hoje especialistas de áreas como administração e publicidade andam se especializando em criar conteúdo viral. As redes sociais são a grande arma de um bom negócio.
  • Farmacêutico – são profissionais da área de farmácia os que mais ganham dos cursos de curta duração focados em saúde. Podem atuar no desenvolvimento de medicamentos, pesquisas (uma área com bom salário e poucos interessados) ou mercado em farmácias tradicionais e de manipulação. Também trabalha em hospitais e clínicas de pronto atendimento.
  • Economista – um dos cursos tradicionais do universo acadêmico também é um dos mais carentes de mão de obra qualificada. Atua em empresas ou instituições financeiras dos mais diversos tipos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *